Formas De Aproveitar Melhor Seu Tempo

Nosso tempo é sempre demandado! Seja para fazer as tarefas de casa, seja para estudar. Nem sempre ele é suficiente para fazermos tudo que queremos, certo?

Por isso é fundamental sabermos administrar nosso tempo. E o concurseiro precisa ser muito bom nisso!

Disposição diária

E tudo começa com uma boa noite de sono. Se você não dormir bem, não vai prestar para nada de manhã.

Pare de sacrificar seu sono! A maioria das pessoas precisa de pelo menos 7 horas para que o corpo e a mente estejam descansados e prontos para um novo dia. Alguns precisam de mais do que isso. Ouça seu organismo e se adapte.

Algumas dicas para você dormir melhor:

  • crie um ritual noturno e siga-o;
  • não resmungue, ao acordar;
  • não faça uso da função “soneca”. Nunca!
  • crie metas e recompensas para atingir metas de horários;
  • entenda as limitações do corpo e da mente e adapte-se!

E para ter mais disposição durante o dia:

  • comece com um banho de água quente e vá esfriando o máximo que conseguir;
  • bloqueie a adenosina e estimule o sistema nervoso autônomo com uma dose de cafeína;
  • alimente-se bem: use alimentos que servem como combustível para o cérebro.

Planejamento de longo, médio e curto prazos

Uma das coisas que eu mais defendo, de todas as que existem por aí, é que o cooncurseiro precisa fazer um cronograma de estudo. E esse cronograma deve ser do tipo mais moderno e não só um calendário de estudos, mas um mapa de ciclos de estudo.

Para começar com os ciclos de estudo você precisará saber para que concurso vai estudar. Então já terá que ter um foco estabelecido. Então irá identificar sua rotina e seus horários disponíveis, os pesos e dificuldades de cada disciplina e, por fim, montará os grandes e pequenos ciclos.

Esse planejamento não se restringe ao dia ou à semana, ou mesmo ao mês. Mas você precisa ter cada um deles planejados para não cair na procrastinação, que é a pior coisa que pode acontecer com o concurseiro.

Então, revise seu planejamento logo de manhã, enquanto toma sua dose de cafeína e saia de casa com tudo certinho. Mas não confie só na sua cabeça! Tenha tudo anotado.

Foco e determinação

Uma vez acordado, de bom humor e bem disposto, é necessário se dedicar enteiramente a uma tarefa. Pegue a primeira tarefa de seu cronograma e mande bala, não se distraíndo com redes sociais, notícias ou mensagens.

Comece fechando todas as abas que você não vai usar para estudar. Coloque o telefone no silencioso e, se te ajudar, coloque uma música baixinha, daquelas que ajudam na concentração.

Intervalos

Não é aconselhável estudar por longos períodos de tempo sem parar. Eu sugiro estudar uma disciplina por 90 minutos e fazer um intervalo. Depois puxar a próxima disciplina do seu ciclo pelos próximos 90 minutos.

Esses intervalos devem ser de 5 a 10 minutos e podem ser aproveitados para um pequeno lanche, uma maçã, uma caneca de café, uma (breve) navegada pelas redes sociais ou para adiantar alguma tarefa de casa.

A cada 3 blocos de 90 minutos você deve fazer um intervalo maior. Pode ser o intervalo do almoço, ou dos exercícios físicos, ou de ajudar seus filhos com o dever de casa. O importante é que você deve respirar um pouco e deixar o cérebro processar as informações que você absorveu.

Se você estiver muito cansado, aproveite seu intervalo para fazer um power nap. Essa é uma cochilada com alta capacidade de regeneração cognitiva. Depois do almoço tome uma xícara de café expresso ou uma caneca de café filtrado e deite. Coloque o despertador para 25 minutos. Você acordará mais bem disposto e capaz de estudar por mais um tempo!

Interrupções

Interrupções irão acontecer. Não se preocupe nem se apavore com isso. Mas esteja pronto!

Interrupções podem ser boas e ajudar a retormar o gás e renovar as energias ou pode ser ruim e prejudicar o rítmo. Então é importante entender de onde elas vem e como fazer para evitar que elas sejam destruidoras dos seus estudos.

Comece criando um período de Não Pertube e avise todo mundo que pode vir a te atrapalhar. Se você quiser, pode usar esse poster que fiz:

Avise seus pais, amigos, namorad@s, maridos, mulheres, filhos, vizinhos, cachorros e papagaios que você irá estudar das 8 às 12 e que não poderá ajudá-lo. Depois, certifique-se de deixar seu telefone no silencioso (ou programá-lo para aceitar somente ligações que possam ser emergenciais, como da creche do seu filho ou dos cuidadores dos seus avós); se você tiver telefone fixo, veja se ele está no silencioso ou desligado da tomada; desligue, também, as notificações de mensagens instantâneas no seu computador.

Agora sim! Uffff. Pode estudar.

Mas, se por outro lado, você terá que fazer alguma tarefa ou encontrar alguém, tente marcar essas interrupções para os seus períodos de descanso, preferencialmente o descanso maior, de 1 hora. Assim você poderá usar essa interrupção para se recarregar e voltar mais focado para o próximo período de estudos.

Aprenda a dizer NÃO

Uma das coisas que você terá que aprender a fazer é dizer NÃO! muitas e muitas vezes.

– Quer sair hoje a noite?
– Não!

– Quer ir ao clube jogar bola?
– Não!

– Quer assistir aquela série nova no Netflix?
– Não!

Vai aprendendo, concurseiro, porque você precisa ter foco e reduzir suas distrações. Isso não quer dizer que não poderá fazer nada. Só precisará escolher muito bem quais serão as atividades de lazer que irão ser incluídas nos seus escassos espaços de diversão no seu cronograma.

Isso me faz lembrar uma coisa: ponha seus períodos de diversão no cronograma e tenha uma ideia geral de quantas horas você gasta com isso por semana. Com o passar das semanas e com a melhora dos seus estudos a tendência é reduzir esses períodos. Mas não acabe com eles! Você precisa descansar a cabeça também!

Faça amizade com o relógio

Não tenha medo do relógio e não tenha medo de contabilizar as horas que você gasta em cada tarefa. Eu percebi que saber quantas horas eu gasto em cada tarefa me ajuda a planejar melhor minha semana e a avaliar meu desempenho de forma realista.

Então, recomendo que você controle as horas que gasta em cada disciplina, em cada ciclo; o tempo que passa em sala de aula e o que passar resolvendo questões. Pode parecer coisa de mais e difícil de fazer, mas a ideia é saber quais são as matérias e as atividades que estão tomando mais do seu tempo e se estão desproporcionais às demais. A esse controle chamamos hora líquida de estudos.

Você já tem a quantidade de horas do seu ciclo de estudos, então vai contabilizando o que de fato estudou e lançando na tabela.

Saber se você está respondendo ao investimento do tempo também é uma boa. Então, faça uma pequena tabela e vá contabilizando quanto tempo você investe em cada disciplina e em cada atividade.

Depois avalie os relatórios e inclua essa avaliação quando for ajustar em seu cronograma de estudos.

Aproveite todos os momentos

Outra coisa que pode fazer toda a diferença nos seus estudos é aproveitar todos os momentos para mandar uma matéria para dentro. Então, se você está esperando para ser atentido pelo médico ou está comutando como faz todos os dias, aproveite para revisar suas anotações ou para ouvir alguma aula ou anotação.

Esses momentos podem não ser ideais para a aquisição de novo conhecimento, mas são excelentes para revisar e se exercitar. Você pode ler as notas que fez usando um dos 6 melhores apps de anotação, ou responder algumas questões no Mapa da Prova.

Ou, se você está voltando para casa depois de um dia longo, ouça um pouco de música relaxante ou resolva um joguinho de sudoku e chegue em casa com o cérebro mais afinado.

Lembre-se que estudar para cooncursos é um estilo de vida. Vista a camisa e se adapte à sua nova realidade. Estude para passar!

É Isso por hoje!

Estudos eficientes para você!

sucesso!

delchi bruce

Compartilhar Comentários