O Que Vai Cair Na Prova Do TRE/SP


Eu costumo fazer análises de provas anteriores, editais e probabilidades no blog do Mapa, mas como ele está com defeito, vai sair aqui mesmo.

O edital do concurso para servidores do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE/SP) foi finalmente publicado! E o período entre o edital e a prova é bem extenso, de 167 dias. Que bom! Agora muita gente vai poder estudar de acordo com um bom cronograma. E se souber planejar e o que estudar, não precisa ter aquela correria que tanto vemos por aí.

E é por isso que faço essa análise: para quem está estudando para o cargo de Técnico Administrativo - Área Administrativa saber o que tem mais chance de cair.

O edital deste ano trouxe vagas para os cargos de Analista e Técnico Judiciários, com rendimentos entre R$ 5.934,15 e R$ 9.736,27. O certame conta com prova objetiva com 60 questões e discursiva, que pode ser um Estudo de Caso ou Redação de Texto Dissertativo

O Edital foi publicado no dia 30 de agosto e as provas serão quase 24 semanas depois, já perto do carnaval, em 12 de fevereiro de 2017. Dois mil e dezessete!! As inscrições estão abertas entre 12 de setembro e 11 de novembro e podem ser feitas no site da FCC. A taxa de inscrição é de R$ 70,00 para os cargos de nível médio e de R$ 85,00, para os de superior.

Pois bem! Vamos logo ao que trouxe vocês até aqui: a análise de assuntos que tem mais chance de aparecerem na sua prova, lá em fevereiro.

Essa Análise é resultado de uma vasta pesquisa, quantitativa e qualitativa, das questões da FCC para cargos e disciplinas semelhantes aos do Edital do TRE/SP. O objetivo é que você consiga ajustar seus estudos dando ênfase aos temas destacados. Inclua-os em seu planejamento, mas não abandone os demais temas do edital, afinal, de vez em quando as bancas nos surpreendem.
Conteúdo Programático

A prova objetiva é composta por 60 questões de múltipla escolha (com cinco alternativas cada questão), distribuídas entre as disciplinas de Conhecimento Básico e de Conhecimento Específico. As 20 questões das disciplinas de Conhecimentos Básicos tem peso 1, enquanto as 40 de Conhecimentos Específicos, peso 3.

As matérias de Conhecimentos Básicos são:
- Língua Portuguesa
- Noções de Informática
- Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais
- Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo - TRE-SP
- Código de Ética do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo - TRE-SP – Portaria TRE-SP nº 214/2015
- Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146/2015 e alterações posteriores)
- Plano Estratégico do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo para o período de 2016-2021

E as de Conhecimentos Específicos:
- Noções de Direito Constitucional
- Noções de Direito Administrativo
- Noções de Direito Eleitoral

Quero fazer uma consideração geral sobre a FCC: uma de suas características mais marcantes é que as provas se utilizam de parte maior do edital, o que significa que o conteúdo programático é mais diluído na prova. Além disso, a FCC utiliza formas e fórmulas repetitivas. O conhecimento explícito do edital e o treinamento pelas questões da FCC costumam ter um resultado interessante, pois você vai se sentir mais familiarizado com o conteúdo das questões.

Comecemos pelas matérias que são “Conhecimentos Básicos”:
Língua Portuguesa

A análise trouxe informações interessantes sobre como a FCC tem tratado a Língua Portuguesa nos últimos concursos. O assunto que mais foi cobrado foi o de Interpretação de Textos com mais de 40% de todas as questões analisadas. Essa é difícil de estudar, mas tenho umas dicas que podem servir direitinho para você:

  • leia todos os dias: notícias, pequenos textos e fragmentos literários;
  • tenha sempre um dicionário por perto. Busque os significados das palavras nos textos; use o dicionário (e nem precisa ser aquele de papel da quinta série!). Sugiro esses aqui: Michaelis e Aurélio;
  • faça marcações no texto. Marque palavras e ideias centrais e tente parafrasear os fragmentos mais importantes;
  • redija! Além de te ajudar com a prova discursiva, redigir pequenos textos ajuda na organização das ideias e na capacidade intelectiva dos argumentos do texto. Peça para alguém ler o seu texto e fazer comentários.

Após Interpretação de Textos os assuntos que mais caem são: Redação (confronto e reconhecimento de frases corretas e incorretas) e Pontuação. Esses dois assuntos estão fortemente relacionados ao texto, sua cadência e interpretação. Ler e redigir pode fazer toda a diferença.

Mas não é só considerações textuais que vive a prova da FCC. O domínio do verbo é primordial para o bom desempenho na prova. A regência e a concordância, os tempos, modos e vozes, estão sempre presentes. O Português pedido pela FCC é extremamente normativo, enquanto outras bancas aceitam a utilização sub normativa ou contemporânea da língua.

Veja o gráfico de distribuição de assuntos:

Noções de Informática

O conteúdo de informática pedido pelo edital é bem limitado e isso ajuda na hora de fazer o cronograma. Não há grande variedade de assuntos e programas, então trate de passar por todos eles.

A distribuição dos assuntos ficou assim:

Como pode ver, o assunto que mais cai é o de Sistemas Operacionais, que nesse caso quer dizer “Windows XP” e “Windows 7”. É muito provável que você já não use mais esses sistemas operacionais todos os dias. Então, faça uma boa revisão, utilizando, sempre, a versão em português de cada um deles.




Uma pena que não vai cair linux! =P
Gosto tanto do Tux!

Em seguida vem as questões sobre Suítes de Escritório, que são os ambientes “LibreOffice” e “Microsoft Office”, responsáveis por 31% das questões analisadas. Então, não basta “ser usuário” desses programas. Tem que estudar sistematicamente.

Ainda cairão questões sobre o “Internet Explorer 9 e 11”, sobre o “Mozilla Thunderbird”, sobre vírus e worms e gerenciamento de arquivos e pastas.

Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais

Essa disciplina é um corte de Direito Administrativo e trata de temas diretamente relacionadas aos Servidores Públicos. São somente 4 assuntos, mas não deixe de estudá-los por causa disso, principalmente porque eles caem em tudo que é concurso!

O assunto que mais cai aqui é a Lei nº 8.429/92, sobre Improbidade Administrativa, com pouco mais de 40%. Em seguida vem a Lei nº 9.784/99, que versa sobre o Processo Administrativo no âmbito da Administração Pública Federal, coladinha, com 38%.

Os outros dois assuntos tratam das regras e regimes dos servidores públicos federais (Lei nº 8.112/1990) e sobre a carreira dos servidores do judiciário (Lei nº 11.416/2006). Atente para o fato que eu excluí daqui os assuntos da Lei 8.112/90 que estão listados em Noções de Direito Administrativo, para não haver sobreposição das estatísticas. Lá em Direito Administrativo você verá os demais assuntos dessa lei.

Assim sendo, veja a distribuição de assuntos:

Legislação Específica

Aqui eu amontoeei as regras regimentais, portarias, resoluções e legislação pedida fora de disciplinas dos Conhecimentos Básicos. São elas:

Não fiz gráfico porque são poucas as questões disponíveis para esses assuntos e cada um deles não possui subdivisões próprias. Os links levam para as normas, para você poder ir direto ao texto seco. Divirta-se!

Agora as matérias de “Conhecimentos Específicos”, que constituem 40 questões e possuem peso 3:

Noções de Direito Constitucional

O conteúdo de Direito Constitucional é bem pequenino e é daqueles que aparece em tudo quanto é prova. Então arregace as mangas e vá responder questões anteriores! Assim você entenderá como a FCC cobra os temas e ficará mais seguro para fazer a prova.

Em Constitucional o tema com maior ocorrência é o de “Direitos e Garantias Fundamentais”, com quase 50% das questões dessa disciplina. Dentre os direitos em si os “Individuais e coletivos” são responsáveis por quase metade dessas questões.

Em seguida tem o “Do Poder Judiciário”, com 20%. Nesse assunto o tópico mais cobrado é “Do Supremo Tribunal Federal”, seguido por “Disposições Gerais” e, por fim “Dos Tribunais e Juízes Eleitorais”. Em “Da administração pública” o número de questões acerca das “Disposições Gerais” é bem próximo ao de “Servidores Públicos”. Os demais temas caíram bem menos, mas não deixe de estudá-los.

O gráfico de distribuíção pode ser visto abaixo:

Noções de Direito Administrativo

Direito Administrativo não é um tema tão limitado. O edital pede bastante coisa dessa disciplina. Por isso, e pelo peso da matéria, lembre-se de priorizá-la de forma adequada em seu cronograma.

O tema que mais possui questões é o de “Regime Jurídico Único”, que abarca a Lei nº 8.112/90. Esse assunto é responsável por cerca de 30% das questões de Direito Administrativo. Dentre essas questões, os tópicos que mais merecem atenção são: Regime disciplinar, com 36.07%, Provimento, com 30.85% e Direitos e Vantagens, com 23.88%.

Além de RJU, os assuntos mais quentes são “Atos Administrativos”, “Licitações” e “Poderes Administrativos”. Esses 3 temas representam quase 50% de todas as questões analisadas. Já sabe o que priorizar, certo?

Os demais temas apareceram menos, mas não deixe de estudá-los, especialmente “Princípios da Administração Pública”. L-I-M-P!! =D

Noções de Direito Eleitoral

Chegamos à disciplina derradeira. Aquela que mostrará se você passará ou não no concurso. Quer passar? Estuda direito eleitoral direitinho!

Estudar Direito Eleitoral não tem segredo: você precisa estudar as seis grandes normas acerca do processo eleitoral brasileiro, além de algumas considerações constitucionais sobre o tema.

São as normas:

  • Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997 e alterações posteriores);
  • Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965 e alterações posteriores);
  • Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9.096/1995 e alterações posteriores);
  • Resolução TSE nº 21.538/2003 (Alistamento e Serviços Eleitorais mediante processamento eletrônico de dados);
  • Lei de Inelegibilidade (Lei Complementar nº 64/1990 e alterações posteriores);
  • Fornecimento Gratuito de Transporte, em Dias de Eleição, a Eleitores Residentes nas Zonas Rurais (Lei nº 6.091/1974 e alterações posteriores).

Colequei a listinha aí na ordem de concentração de questões. A Lei das Eleições ficou com 40% do total, o Código com 35% e a Lei dos Partidos, com 14%.

Olha a distribuição aí:

Mas quais temas você deve estudar mais em cada um desses diplomas?
Excelente pergunta, jovem padawan!

Vamos destrinchar esses assuntos! Em Lei das Eleições, estude mais “Da propaganda eleitoral”, que está em primeiro lugar dos assuntos dessa Lei, com 37% das questões; depois “Do registro de candidatos”, com 16% e “Das coligações” com quase 9%; Já no Código o que mais cai é “Dos órgãos da Justiça Eleitoral” com 46% e “Das disposições várias”, com 35%. Na Lei dos Partidos os temas que mais possuem questões são: “Das finanças e contabilidade dos partidos: da prestação de contas”, com 25%, “Da filiação partidária”, com 20%, “Do fundo partidário”, com 17% e “Da fusão, incorporação e extinção dos partidos políticos”, com 16%. Por fim, quando for estudar a Resolução 21.538/03 do TSE, dê ênfase aos temas: “Da Revisão do Eleitorado”, com 23%, “Do Alistamento”, com 15% e “Da Transferência”, com 11%.

Esses são os temas para priorizar. Mas é necessário estudar os demais também. Afinal, nunca sabemos o que vai sair da cabeça da banca!

Faça uma cronograma de estudos e distribua seus horários disponíveis para que cubra todas as matérias, mesmo aquelas que você acha mais fáceis ou que caem pouco. Priorize de acordo com os pesos, frequência e dificuldade.

E, não deixe para resolver questões em cima da hora. Muita gente deixa pra resolver exercícios só depois de estudar toda a matéria. Não faça isso!! Os exercícios devem fazer parte de todas as fazes do seu estudo. Resolva questões para conhecer a banca, avaliar como você está em cada disciplina e para achar erros naquilo que você estuda. Resolva questões sobre um tópico e, depois, vá ver como foi e o que errou. Estude dobrado o que errou!

Nesse sentido, separei a última prova de Técnico Administrativo do TRE/SP pra você resolver on-line, sem cadastro, sem nada. Na verdade, você pode resolver um bocado de provas da FCC a partir desse link.

Mas, se você estiver falando sério quando diz Vou Estudar! Os Mapas de Analista e Técnico do TRE/SP que montei com milhares de questões é muito mais útil, porque nossos professores selecionaram as questões que devem ser estudadas. E mais questões são adicionadas sempre!

Os cargos cobertos pelos mapas:

  • Analista Judiciário - Área Administrativa
  • Analista Judiciário - Análise de Sistemas
  • Técnico Judiciário - Administrativa
  • Técnico Judiciário - Programação de Sistemas
  • Técnico Judiciário - Operação de Computadores

E ainda estou terminando de preparar o de:

  • Analista Judiciário - Área Judiciária

Bons estudos e sucesso!

delchi bruce

Compartilhar Comentários