Como Aproveitar Ao Máximo Suas Aulas Online

O número de concurseiros que assiste aulas telepresenciais tem aumentado cada vez mais, levando, inclusive, ao fechamento de muitas salas de aula em cursinhos conhecidos por aí. Afinal, estudar de casa, a hora que quiser é um incentivo e tanto. Some-se a isso o fato de cursos online costumarem ser um pouco mais baratos do que os presenciais.

Mas nem todo mundo se adapta aos cursos telepresenciais e ainda prefere assistir aulas na boa e velha sala de aula. Esse pode ser o seu caso, mas se quiser saber como aproveitar ao máximo as aulas online, continue lendo!

Bem, vamos deixar claro que estou partindo do pressuposto de que você já faz aulas presenciais ou que pretende começar a fazê-las.

Se esse é o caso, lembre-se de que não é só porque você está em casa que o estudo não tem que ser sério. Isso é sério!!

Crie uma rotina de estudo

Fazer um curso telepresencial é extremamente conveniente, não é? Você cria seu próprio horário, estuda de onde quiser e pode, até mesmo, assistir as aulas de forma picada.

Mas isso pode ser um pesadelo para os estudantes que não se planejam corretamente. Então, a primeira coisa a fazer é criar uma rotina de estudos.

Isso significa fazer um planejamento que inclua expressamente em quais horários as aulas serão assistidas, quando as leituras serão feitas e quando os exercícios serão resolvidos. Tudo isso deve ser incluído em sem cronograma de estudos.

Assim é possível, não só estudar de forma sistemática, mas programar interrupções, eventos e tempo para brincar com as crianças!

Anote como é sua rotina semanal. Se ela é variável, seja por causa do trabalho ou por compromissos familiares, não se preocupe. Faça assim mesmo e anote como é sua semana normal.

Exemplo rápido:

Para que serve isso? Para que você tenha uma visão geral da sua semana, sabendo quantas horas gasta almoçando, se deslocando, trabalhando e assistindo séries. É, coloca isso lá também!

Assim você saberá, de antemão, quantas horas estudará por semana e quais dias e horários serão bloqueados pelos estudos.

Ah, lembre-se de deixar seu cronograma em um lugar facilmente acessível. Seja no computador, telefone ou mesmo uma folha de papel colcada na parede em frente à sua mesa estudos.

Se você precisa de ajuda para fazer seu cronograma, dê uma olhada nesse outro artigo que escrevi.

Tenha uma área de estudos

Por falar em mesa de estudos… é fundamental que você tenha uma área para isso que não seja sua cama! Estudar para concursos não é fácil e se você permitir que pequenas coisas atrapalhem sua concentração e foco, será difícil reconquistá-los.

Assim sendo, tenha um lugar para estudar que seja bem iluminado, o mais silencioso possível e que não seja caminho de outras pessoas. Estudar na mesa de jantar ou na cozinha serve, mas tenha certeza que as pessoas que moram com você não vão ficar passando, assistindo TV, ouvindo música ou puxando papo o tempo todo.

Se sua casa não for uma opção viável, seja pela quantidade de distrações ou pela falta de espaço adequado, procure uma biblioteca que tenha wifi. E leve fones de ouvido!

Saia da inércia e comece

Você fez seu planejamento e arrumou um lugar adequado para estudar? Então bora estudar!!

Não deixe para começar no próximo dia 1º ou terminar a maratona de sua série favorita. O importante é começar e começar já.

Se você está com dificuldade de começar, dê uma lida no artigo que escrevi com dicas para parar de procrastinar. Podem te ajudar a sair da inércia.

Achamos que a vida sem stress é melhor, certo? Na verdade um pouco de stress ajuda muito na performance das tarefas mais difíceis. Nesse caso, pode-se dizer com bastante propriedade que sair da inatividade e do estado de relaxamento são necessários para se conseguir passar em concursos públicos.

Olhe o gráfico:

Temos que ficar na faixa amarela! Depois que você passar no concurso terá muitos e muitos motivos para descontrair e se divertir.

Nem tudo serve para todo mundo

Você provavelmente tem um amigo (ou três) que estão fazendo aulas telepresenciais e comentam como estão os estudos e que técnicas e práticas usam. Aprenda com a experiência deles, mas não tente fazer igualzinho, nem desista se o que eles fazem não serve para você.

As pessoas são diferentes e seus estudos devem representar essas diferenças também. Algumas pessoas estão mais ativas de manhã, outras são notívagas e conseguem ficar até tarde estudando. Crie uma lógica que melhor se encaixe ao seu perfil.

Isso não significa que você tem que estar super confortável com sua rotina. Um pouco de desconforto é bom!

De qualquer maneira, se você está achando que seus estudos não está rendendo, ajuste-os!! Refaça seu cronograma e mude as disciplinas no seu ciclo. Além disso, seja mais severo com o controle de suas horas líquidas e com sua área de estudos.

Se nada funcionar, saia de casa e vá estudar na biblioteca. Mude o que for necessário para conseguir estudar com efeciência!

Tenha a quem recorrer

Estudar em casa é muito legal, mas, em alguns momentos, você pode precisar de ajuda com alguma dúvida, na resolução de algum exercício ou para sair de algum círculo vicioso que teha se metido.

Nessas horas é necessário ter a quem recorrer. Pode ser o professor do cursinho que você está estudando, um amigo concurseiro ou algum grupo ou coomunidade social. Na internet existem diversos grupos, fóruns e comunidades de concurseiros que são bem positivos na solução de dúvidas de colegas. Mas não se esqueça de duas coisas: não se demore demais nesses sites, para não perder o foco dos estudos e, retribua o favor e tire alguma dúvida, de ver em quando. Alimente o fluxo!

Me deixe refrizar: não perca tempo nas redes sociais e outros sites. Entre, busque a resposta para sua dúvida, faça sua pergunta e volte aos estudos!!

O mais importante aqui é: não seja um estudante passivo! Vá atrás das soluções de suas dúvidas e, tenha dúvidas! Ter dúvida é saudável e ajuda bastante na fixação do conteúdo.

Aproveite ao máximo

Alguns cursos liberam as aulas por um certo período de tempo. Outros deixam que você faça download e tenha do seu computador. Algumas estratégias devem ser consideradas para cada uma dessas situações.

Se você pode assistir as aulas por um certo período mas não consegue baixá-las, faça um cronograma que é mais intensivo em assistir aulas. Isso quer dizer que você provavelmente terá menos tempo para resolver exercícios e para fazer leituras complementares. Mas não se esqueça de deixar um tempinho para essas duas atividades.

Se não for possível assistir todas as aulas antes do fim do período de acesso, focalize sua atenção (e tempo) assistindo as aulas das disciplinas mais difíceis ou que possuem mais peso ou número de questões na prova. Por exemplo: se o concurso que você vai fazer é o de Analista de Material e Patrimônio da Câmara dos Deputados, e você não tem tempo de assistir todas as aulas, se programe para assistir as de Administração de Recursos Materiais e de Regimento Interno da Câmara dos Deputados.

Por outro lado, se você consegue baixar as aulas, mesmo que por um período restrito de tempo, faça isso já! Baixe tudo antes de começar a estudar. E não deixe de fazer um “catálogo” de aulas disponíveis. Você pode fazer uma tabelinha simples, como essa abaixo:

Disciplina Tema Aula Professor Assistida em: Completa
1 Recursos Materiais Classificação de materiais Atributos para classificação de materiais Prof. X 09/11 Sim
2 Recursos Materiais Classificação de materiais Tipos de classificação Prof. X 10/11 Sim
3 Recursos Materiais Classificação de materiais Metodologia de cálculo da curva ABC Prof. X 11/11 Não
4 Recursos Materiais Compras no setor público Objeto de licitação Prof. Y Não
5 Recursos Materiais Compras no setor público Edital de licitação Prof. Y Não

Ou usar um aplicativo específico. Eu gosto do DataCrow.

Aí, uma vez que os vídeos estejam devidamente guardados e catalogados, você pode se planejar melhor. Prefira os cursos que permitem baixar as aulas!

Tenha um sistema de recompensas

Se você fizer isso aqui direitinho, vai ver o resultado! A ideia é bem simples: utilizar um sistema de recompensas diretamente relacionado ao cumprimento das metas de estudo.

Então, se você assistiu todas as aulas planejadas para a semana, ganha uma folga no sábado, com direito a filme e pipoca, ou uma saída com os amigos para um buteco. E se não atingir a meta? Aí você perde o prêmio e não poderá sair!

A recompensa deve ser proporcional à tarefa! Se você assistiu 1 aula não deve ganhar o direito de sair pra balada. Aí você quebra o sistema.

Sugiro que crie metas diárias, com prêmios menores e metas semanais, com prêmios mais amplos. Exemplo de recompensa para o dia-a-dia: se você

  • acordar cedo, sem usar o soneca;
  • começar a estudar na hora;
  • assistir todas as aulas do dia;
  • resolver os exercícios; e
  • atingir as horas líquidas do dia,

Ganha um seriado, de noite.

O que acha?

Lembre-se que o plano é que as recompensas representem vitórias sobre marcos importantes da sua caminhada pra chegar no cargo público desejado. Precisa ser um motivador e uma oportunidade para avaliar o progresso feito até aquele momento. Se você estiver com dificuldade para seguir o sistema de recompensas, peça ajuda ao conjuge, amigos ou familiares.

E não desista!!



Aproveite sua chance de estudar e siga em frente até passar!

Uma vida produtiva para você!
Sucesso!

Delchi Bruce estudou Relações internacionais e é professor de cursinho desde 2008. É apaixonado por formas de melhorar a produtividade e ser mais eficiente. É gestor de conteúdo do Mapa da Prova, ferramenta de estudo para concurseiros. Usa linux (openSUSE) desde 1999 e faz trade de bitcoin todo dia.
Você pode entrar em contato por aqui.
Compartilhar Comentários