tempo

Coma o sapo no café da manhã

Você já ouviu a expressão Comer o Sapo? Ela se tornou hoje um mantra no mundo da Produtividade, sendo popularizada no livro Eat That Frog: 21 Great Ways to Stop Procrastinating do Brian Tracy, que na tradução em português ficou como “Comece pelo mais difícil”.

Comer o Sapo é muito mais interessante e serve para muitos aspectos da vida, seja trabalho, seja estudo. E serve especialmente bem para o concurseiro que está com rendimento prejudicado ou que tem intensa tendência procrastinadora.


Apesar de popularizado como técnica de gerenciamento de tempo pelo Tracy, a frase que deu origem a esse método é do brilhante Mark Twain:

Coma um sapo vivo na sua primeira tarefa da manhã, e nada pior acontecerá com você pelo resto do dia

Ou como diz o próprio Tracy:

A primeira regra é a seguinte: se você tem que comer dois sapos, coma o mais feio primeiro.

A segunda regra é a seguinte: se você tem que comer um sapo vivo, não ganha nada ficando sentado e olhando pra ele por um tempão.

Como devorar o sapo no café da manhã?

Então, como, de fato, começar o dia já mandando aquele sapo pra dentro?

Comece identificando seu principal objetivo, definindo claramente o que precisa ser realizado e/ou conquistado naquele dia. Escreva esse objetivo e as tarefas que o compõe. Depois, estabeleça prazos e limites.

Liste tudo que está relacionado a esse objetivo, suas tarefas e componentes e organize essa lista de forma priorizada.

As tarefas de maior prioridade são os sapos do dia!

Não procrastine! Se você identificou um ou mais sapos, vá direto neles e mande pra dentro. Imediatamente.

O fato de você resolver essas tarefas todos os dias, especialmente com alguma forma de controle, faz não só com que se aproxime do seu objetivo, mas crie um hábito de resolver seus piores problemas de frente e logo cedo. Além disso, quando você já resolve o mais importante do dia logo cedo se der algum pipoco no seu planejamento diário o mais importante já foi realizado.

Como isso se aplica ao concurseiro? Você pode colocar a matéria que tem mais dificuldade, ou que é a mais extensa ou difícil do edital logo cedo para trabalhar nela no primeiro ciclo do dia.

Ou você pode, dentro um uma disciplina ou ciclo, começar com o que mais teme ou odeia. Garanta o mais difícil logo cedo para ter um dia produtivo. Certamente não é fácil começar com o mais chato ou difícil, mas essa é uma habilidade que se constrói e que pode ajudar muuuito na vida!

Visão geral e prioridades

O método do Tracy é especialmente interessante ao ajudar a se ter uma visão geral, do todo. Assim você entende quais são as tarefas que te fazem chegar mais perto da aprovação. É claro que ninguém poucos gostam de passar as primeiras horas do dia estudando Orçamento Público, mas quando se está estudando para uma vaga em que isso é 25% dos pontos possíveis, o que fazer? Engulir o sapo logo cedo! E depois vai estudar a oração subordinada substantiva completiva nominal.

Então, na prática, além de se ter a visão do todo se torna mais fácil planejar e priorizar. E quando você prioriza corretamente terá um rendimento maior com menos tempo investido. Sinistro!

Como priorizar?

O sistema do Tracy estabelece 5 prioridades, muitas vezes chamadas de ABCDE. Eu, em regra geral, gosto de priorizar tudo em 5 categorias claras assim chamadas:

  1. Categoria Alerta Vermelho, cujas tarefas tem consequências graves, que podem prejudicar a vida, a saúde e a carreira ou que trazem mais valor ao ser completadas;
  2. Categoria Seriamente Importante, com tarefas que tem consequências severas, ou que podem somente atrapanhar, aborrecer ou incomodar, mas não são gravíssimas, como no Alerta Vermelho;
  3. Categoria Seria Legal, com tarefas de coisas que adicionam valor mas que não tem consequências negativas ao não serem realizadas;
  4. Tarefas Delegáveis, que são aquelas que outros podem fazer pra você sem impactar a qualidade da tarefa e liberando seu tempo;
  5. Lixão: coisas que não trazem ganhos para sua vida e que podem (e devem) ser descartadas.

Com essas categorias você consegue separar o que é fundamental do que é simplesmente barulho.

Como aplicar esse método nos estudos

Primeiro, e se você já leu algum dos meus artigos já sabe o que vou dizer, é necessário planejar. Não importa se vai planejar usando ciclos ou da forma tradicional mesmo. Tem que planejar e a técnica de comer sapos até que cabe bem para os mais tradicionais, que planejam seus estudos em blocos.

Ao planejar e após planejar tenha em mente o famoso princípio de escassez do fator, também conhecido como Princípio de Pareto ou como regra 80/20:

Para um determinado número de eventos, aproximadamente 80% dos efeitos vêm de 20% das causas

E, querendo ou não, os sapos são esses 20% que causam 80% dos efeitos. Ao devorar vorazmente esses sapos você estará adiantando seu sucesso. Identifique o que mais cai nas provas que você quer fazer, veja os assuntos que estão em voga ou que sofreram grandes reinterpretações recentes. Esses assuntos são quentes!

Utilize esse método por um mês, ou por um determinado número de ciclos de estudo, para conseguir avaliar se ele funciona para você. E pode ser que não funcione, já que cada estudante um tem gatilhos e lógicas específicas de envolvimento.

Mas quando funciona é sinistramente intenso!

Bons estudos, bom planejamento e bom apetite!

Comentários