anotações

Os 7 princípios da boa anotação

Um estudante me mandou uma dúvida perguntando como poderia fazer anotações úteis para seu concurso. Essa é uma dúvida que muitos tem e que pode ser sanada de forma a ajudar na construção de anotações que verdadeiramente ajudam.

Decidi escrever sobre os princípios da boa anotação, considerando que o método utilizado é o Zettelkasten e que o aplicativo escolhido é o obsidian. Mas, é claro que você poderá adequar esses princípios para qualquer fluxo de trabalho escolhido.

Então, sem delongas, vamos ao que considero ser fundamental para anotações de sucesso!

  1. O princípio da atomicidade
  2. O princípio da incrementalidade
  3. O princípio da vinculação
  4. O princípio da documentação
  5. O princípio da internalização
  6. O princípio dos índices e mapas de conteúdo
  7. O princípio da organicidade

O princípio da atomicidade

Já dei uma pincelada sobre a atomicidade no post introdutório sobre o Método Zettelkasten, mas agora gostaria de ser um pouco mais específico e claro sobre a importância desse princípio e como acredito ser necessário usar da atomicidade para criar notas realmente úteis. O termo foi cunhado por Christian Tietze e significa que cada nota deve conter apenas uma ideia. Deve ser clara e bem definida, para poder ser ampliada, conectada e útil posteriormente.

Não julgue que notas atômicas devem ser curtinhas e rasas. Esse não é o conceito de atomicidade. A ideia anotada pode ser simples e curta ou mais completa e extensa, sem problemas, sendo fundamental que cada anotação seja criada com objetivo claro e independente. Definir um conceito, uma ideia ou tratar de algo de forma exclusiva.

Para o estudante a atomicidade significa que você só terá uma anotação sobre cada assunto e toda vez que seu livro, aula ou estudo versar sobre esse assunto você irá à mesma nota e efetuará os ajustes e melhorias necessárias, criando um verdadeiro repositório de conteúdo.

Tomemos, por exemplo, o tema “Organização do Estado”, que cai bastante em Direito Constitucional sendo contido nos artigos 18 a 43 da Constituição Federal. Nas suas anotações você pode criar uma nota por artigo ou uma nota por assunto.

A atomicidade é intrínseca ao método Zettelkasten que, criado para o uso em fichas índice, precisava ser claro e direto. Não suponho ser necessário ter um limite de linhas ou caracteres em uma nota, mas manter a anotação pertinente ao assunto e não tergiversar na maionese.

Lembre-se que o fato da nota ser atômica traz duas grandes vantagens imediatas:

  • ela pode ser utilizada múltiplas vezes, com ligações e inserções a vontade;
  • ela será o único lugar de seu repositório que trata de um conceito ou assunto, sendo fácil achá-la ou incrementá-la.

Faça anotações atômicas!

O princípio da incrementalidade

definição de incremental

Esse princípio é muito utilizado em conjunto com o da atomicidade. Se você tem uma nota atômica poderá ajustá-la, melhorá-la, ampliá-la sempre que necessário, mantendo essa anotação corrente e útil. É a ação de desenvolver ou aumentar algo, visando aprimorá-la gradualmente, em etapas.

Você não precisa ter a anotação terminada no mesmo momento que começá-la. Pode ir ampliando e melhorando sempre que tocar no assunto. É uma forma não-linear de escrever, que se adapta ao seu estudo e pode ser usada com diversos métodos, sendo o Zettelkasten aquele que acredito ser o mais adequado, mas certamente não o único.

Uma das grandes vantagens das anotações incrementais é que sempre que você assistir uma aula, ler um livro ou ter uma conversa sobre o tema da nota você pode registrar novos conteúdos e assim não confiar demasiadamente em sua memória, já que ela nos trai mais do gostaríamos.

O princípio da vinculação

Esse é outro princípio fundamental do Zettelkasten! O uso de links internos, backlinks, referências e tags é fundamental para a construção de um repositório orgânico de conteúdo.

Costumo sugerir que você comece criando um índice ou mapa de conteúdo e daí vá criando as anotações. Além disso, sempre que criar notas verifique se há a possibilidade de ligá-las a outras já existentes.

cada nota é apenas um elemento que deriva sua qualidade da rede de links do sistema

Niklas Luhmann

Então, evite notas órfãs, que não são ligadas a nenhuma outra anotação. O sistema é fortalecido com as ligações e com o uso de tags.

Vincule!

O princípio da documentação

Uma das grandes vantagens da anotação em meio digital é que a não ser em situações muito específicas você não ficará sem espaço para anotar, certo? Então, lembre-se do bom e velho Niklas e seus links. Faça conexões sempre e quando for possível documente as conexões, os arquivos e as imagens anexadas.

Nesse caso, documentar significa explicar. Explique o porquê está fazendo algo, para não precisar lembrar-se disso no futuro. Colocou um fragmento de texto? Escreva uma breve explicação do motivo disso. Nossa memória não é muito boa na longa duração e por isso devemos sempre partir do pressuposto que esquecemos algo que não for devidamente documentado.

O mesmo acontece com notas de referência, citações e inclusões de imagens. Coloque de onde as tirou e o porquê disso, certo?

Na dúvida, anote! Documente tudo que possa ser processado, ligado, vinculado, estudado ou consultado. TUDO!

O princípio da internalização

Boas anotações não são colcha de retalhos de pedacinhos copiados de outros lugares. A ideia de anotar é internalizar o conteúdo e sistematizá-lo de forma a usá-lo de forma útil no futuro. Se você só utilizar coisas copiadas e coladas até que pode ter um bom retalho para o futuro, mas como não internalizou o conteúdo, perdeu a parte mais imediata do processo de anotação.

Além disso, quando as anotações são primordialmente cópias de outros documentos você dará menor importância ao documento criado e pode até deixar de usá-lo no futuro, buscando novos métodos de anotar.

As anotações Zettlekasten são majoritariamente originais, expressas pelo autor, sobre o tema ou assunto atômico da nota. Não se acanhe e escreva, utilizando-se do markdown para adicionar recursos que achar importante ao texto.

Não copie e reproduza sem pensar no que está fazendo para não precisar fazer de novo no futuro.

O princípio dos índices e mapas de conteúdo

 dicionário índice

A ideia é muito, muito simples, mas extremamente poderosa: o índice trará listas estruturadas das disciplinas, temas e assuntos mais importantes do edital, para que as informações sejam encontradas facilmente e para poderem ser expandidas rapidamente.

Para as anotações em zettelkasten funcionarem é fundamental que haja interconexão entre as notas e que elas possam ser aumentadas e melhoradas incrementalmente. Isso se dá, na verdade, com a especialização de cada anotação.

O princípio da organicidade

Antigamente nossas anotações ficavam em pastas, não é? Quem usa o evernote sabe muito bem o que estou dizendo. Hoje em dia você pode criar pastas, mas não precisa. Com links reversos e tags não é necessário separar as notas em categorias muito específicas. Na verdade, não é necessário criar uma estrutura imediatamente.

Anotações bem feitas seguindo o zettelkasten não possui posições ou hierarquias pré estabelecidas. A forma não é tão importante como era antigamente e é possível voltar e incrementar as anotações sempre que necessário.

obsidian graph

Neste mesmo sentido, nunca apago uma anotação. NUNCA! Notas desatualizadas podem seguir uma forma orgânica de pensar e evoluir juntamente com sua compreensão dos assuntos anotados.

Anote sempre que quiser, crie suas ligações e use as tags para poder visualizar suas anotações em um mapa de conhecimento sempre em expansão.


Esses são os sete princípios que norteiam minhas anotações sempre que anoto algo. A ideia é, na verdade, muito simples: anote sempre e realize as anotações como seu repositório de conhecimento para que não seja necessário confiar na memória!

Mas lembre-se de fazer um backup das suas anotações, afinal, não confie no seu computador também!

sucesso e paz!

Comentários